Registro POP

De Cabeção à Nazaré: Relembre personagens marcantes da TV

Cabeção foi um dos personagens mais marcantes de "Malhação" (Crédito: Reprodução)

A dramaturgia consegue fazer com que personagens fictícios fisguem nossa atenção de forma ímpar e alguns conseguem permanecer em nossa memória mesmo após o encerramento das produções que estes fizeram parte.

Nesta postagem, relembraremos grandes personagem que saíram da ficção diretamente para o nosso imaginário, alguns ainda contavam com bordões, que saíram das telinhas, diretamente para o nosso dia a dia.

Cabeção: Principal personagem da carreira do ator Sérgio Hondjakoff, Cabeção permaneceu como centro das atenções de “Malhação” durante cinco anos da novela. O alívio cômico era a principal função dele na trama, algo que funcionou bastante na época. O ator, que hoje não possui contrato com a Globo, afirmou em entrevista ter sido o maior recebedor de cartas da emissora.

Nazaré Tedesco: Vilã da novela “Senhora do Destino”, Nazaré roubou a cena da novela das oito escrita por Aguinaldo Silva, que era protagonizada por Susana Vieira. Vivida por Renata Sorrah, a malvada era conhecida principalmente por empurrar suas vítimas escada à baixo. A personagem deverá reaparecer em uma nova produção do autor.

Crô: Vivido por Marcelo Serrado e o maior adorador de Tereza Christina na novela “Fina Estampa”, Crô conquistou o público, ganhando até um filme próprio, no formato de spin-off.

Carminha: Adriana Esteves precisou mudar da água para o vinho para dar vida à esta vilã na trama de João Emanuel Carneiro. A loira vivia a personagem cômica Celinha, na série “Toma lá,dá cá” antes de viver a malvada que infernizou a vida de Tufão e Nina em “Avenida Brasil”.

Nino: Personagem da série infantil “Castelo Rá-Tim-Bum”, Nino era vivido por Cassio Scapin e é principalmente lembrado por ser um menino de 300 anos que vivia com seus tios Victor e Morgana. A atração registrava altos índices de audiência para a TV Cultura.

Filó: Vivida por Gorete Milagres na série “Ô Coitado”, que ainda contava no elenco com Moacyr Franco, a personagem ficou famosa na década de 90 principalmente por seu bordão, que dava nome à série. Muito irreverente, Filó foi garantia de bons índices de audiência para o SBT. A série, inclusive, foi reprisada diversas vezes.

Félix: Vilão da novela “Amor a Vida”, o rapaz armou para a própria irmã na trama e nem por isso deixou de ser um dos mais queridos do folhetim de Walcyr Carrasco. Personagem mais marcante de Mateus Solano, Félix teve bordões bem conhecidos, entre eles: “Se eu gostasse de mulher, tinha virado ginecologista”.

Ítalo Matheus

Adicionar comentário

Publicidade

Google+

Twitter

Publicidade: