Programa “Altas Horas” dia 23/06/18, sábado, na Globo

No “Altas Horas” deste sábado, dia 23, está especial. De um lado, cantores que decidiram seguir carreira solo. Do outro, um jogador que está prestes a se despedir da sua torcida no Brasil para viver o sonho do futebol europeu. A vida tomou novos rumos na trajetória de Joelma, Di Ferrero e do atacante do Flamengo, Vinicius Junior, e eles contam no programa, como estão lidando com os desafios das novas empreitadas.

“Recomecei”, declara Di Ferrero, que anunciou a pausa do NX Zero em junho do ano passado, no palco do ‘Altas Horas’. A recepção do público, segundo ele, foi positiva: o término saudável e planejado contribuiu para o grande apoio dos fãs, que acompanharam o grupo de rock por 16 anos. “Na carreira solo, continuo colocando nas letras coisas do fundo do meu coração. Percebo que a galera está curtindo esse som, e isso me deixa ainda mais forte. Estou num momento incrível e feliz da minha carreira”, completa.

Para Joelma, que lançou o primeiro DVD solo há um ano, o desafio é só um detalhe. A cantora conta que costuma praticar sua autoconfiança desde a adolescência, quando tinha medo das noites escuras no quintal de casa. “Quando ventava, as árvores pareciam monstros gigantes. Aí, ia para debaixo delas e ficava lá até passarem minhas inseguranças. Faço isso até hoje: quando tenho medo, insisto e persisto, até superar essa fase”, explica. Além de hits da Calypso, a cantora apresenta um de seus novos trabalhos, “Perdeu a Razão”, que trata sobre a violência contra a mulher.

Já Vinicius Junior está esperando completar 18 anos para acertar sua transferência para o Real Madrid, na Espanha, o que deve acontecer no mês que vem. O atacante do Flamengo afirma estar se preparando psicologicamente para a adaptação, e não descarta a hipótese de levar os pais e o irmão mais novo para a nova morada. “Será uma honra para mim. Quero estar ao lado das pessoas que eu amo e que sempre estiveram comigo”, declara. O jogador aproveita também para relembrar quais foram suas influências na difícil caminhada para o sucesso, que começou aos quatro anos, nas quadras de uma escola. “Eu me inspirava no Robinho, no Ronaldinho Gaúcho e, agora, me inspiro no Neymar. Um cara que admiro, respeito e tenho como ídolo. Espero que ele seja campeão da Copa do Mundo”.

No quadro ‘Linha do Tempo’, Serginho Groisman entrevista Samuel Rosa. O vocalista do Skank conheceu o apresentador em 1992, um ano após a formação da banda, e a partir daí só viu a amizade com Serginho crescer. “Se tivesse alguém para contar a história do Skank através de tudo o que documentou visualmente ou através do programa, seria você”, declara Samuel ao amigo. Um dos fatos curiosos relembrados por Serginho é o nascimento do filho, Thomas, em um parto que demorou mais de doze horas. Para cooperar com o parto, o apresentador colocou “Saideira”, clássico do Skank. “Foi no maior volume que poderia ter, e meia hora depois ele nasceu”, brinca Serginho, em meio às risadas.

O time de convidados termina com a participação de Silas Simplesmente (Marco Luque), que conta suas histórias como taxista na Copa do Mundo, na Rússia.

Programa-se! A exibição do “Altas Horas” é prevista para acontecer a partir de 23h na Globo, logo após o “Zorra”.

Recomendamos:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.