Wanessa conversa com Julia Faria sobre filhos, carreira e sexo no canal da Rede Snack

A cantora ainda contou que faz terapia e que se sentiu culpada na época do sequestro do tio

A cantora Wanessa Camargo foi a convidada do canal Julia Faria da Snack, maior rede multiplataforma brasileira de social vídeo. Ela respondeu às perguntas no quadro ‘Jufa Convida’ enviadas pelos fãs e falou sobre vários assuntos como: filhos, carreira e sexo.

Conhecida por falar o que pensa, a cantora falou sobre a má gestão brasileira: “A situação sempre foi complicada aqui, a Marginal continua esburacada e o Rio Tietê sempre foi fedido. Eu não fujo da raia, não. Acho que quando a gente tem um problema a gente tem que resolver, então se o brasileiro desistir do Brasil, quem vai salvar ele, o americano? A violência sempre existiu, lógico que tem coisas que parecem piores porque a gente está vivendo agora. O Brasil é um país muito novo na democracia, mas tem gente que me parece direito e que quer fazer uma política diferente, mudar as coisas realmente, é esse político que vai ter o meu voto e que vou acompanhar, porque eu sabendo e estudando, não vou esquecer o nome dele”.

Wanessa lembrou da época em que morou fora do país, quando o tio foi sequestrado, e diz que se sentiu culpada porque o alvo era ela: “Os bandidos tinham fotos minhas saindo da ginástica, eles assumiram depois, falaram na televisão que primeiro era para a filha mais velha, só que não deu certo porque eu estava sempre mudando de horário, graças a Deus. Isso me traumatizou muito e eu fiquei durante muito tempo olhando para o Brasil como um lugar muito inseguro. Eu já fui assaltada, grávida do meu primeiro filho, com uma arma na cabeça. Mas ao mesmo tempo é um país que eu acho tão lindo, as pessoas são maravilhosas, então a gente não pode desistir“.

Sobre o casamento depois dos filhos, Wanessa diz que no início fica uma porcaria, mas melhora depois: “A vaidade vai para o beleléu, a minha foi, você quer colocar aquela calçola bem gigante. Você está cheirando a leite, um leite que anda. É você e seu filho e nada mais importa no mundo. Que sexo nada! Os meus hormônios foram caindo abaixo porque eu precisava ser leoa naquele momento para o meu filho.

Ela conta que o marido a procurava, mas não queria saber, ficava mais irritada ainda: “Só com o tempo é que eu fui me lembrando que existia como mulher. Não adianta ninguém cobrar, isso tem que vir de você, foi aí que percebi que estava voltando a minha libido“.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.