Registro POP

Rouge libera hits no streaming. Vem conferir!

Olhá lá quem vem dobrando a esquina!

Nosso Rouge está vivíssimo e nós já podemos ouvir nos streaming a partir desta sexta-feira (1). A girlband brasileira, Rouge, voltou a assinar contrato com a Sony Music, responsável pela carreira das meninas em 2002, mas a melhor notícia, depois da volta, é que elas relançaram os hits antigos e disponibilizaram no Spotify.

Arrasta os móveis da sala e clica no link! 

 

O retorno

Aline Wirley, Fantine Thó, Karin Hills, Patricia Lissah e Luciana Andrade, as meninas de Rouge, se juntaram para fazer o “Chá da Rouge”, que seria só uma festa comemorativa para os fãs. Porém, o sucesso foi muito e elas se convenceram a voltar definitivamente como grupo. Agora elas contam com empresário novo, contrato com a gravadora, turnê pelo Brasil e um novo single a caminho, o “Bailando”. E o coração fica como?

O Rouge

O grupo formou em 2002 através do concurso realizado no programa Popstars, exibido pelo SBT, pelo programa foi o mais bem sucessido no mundo. Em sua curta carreira, o grupo vendeu mais de 3 milhões de cópias em todo o Brasil. O nome escolhido para o grupo foi Rouge, que em francês significa vermelho.

CD da banda Rouge – ano 2002. Foto: reprodução

A banda de garotas fez muito sucesso nas paradas nacionais, com hits como; “Ragatanga”, “Brilha La Luna”, “Blá Blá Blá” e “Vem, Habib (Wala wala)”. Tendo a marca de 1.500.000 de cópias vendidas, em apenas seis meses, do seu álbum de estréia, Rouge (Disco de Diamante), conhecido pela América Latina. Com cinco CD’S e três DVD’S lançados, até o ano de 2007, o Rouge marca mais de 3.000.000 cópias vendidas nacionalmente (de acordo com Sony/Bmg (gravadora) e RGB Entertainment (produtora)).

O álbum “Mil e uma noites” (Disco de Ouro) trouxe seis novos hits como “Não Dá Pra Resistir” e “Hoje Eu Sei”, além da versão acústica de “Um Anjo Veio Me Falar”.

Lembrando que o quinteto ainda tem mais um show marcado na cidade de São Paulo neste domingo (2).

 

Recomendamos:

Comentário(s)

Curta-nos:

Siga-nos:

Siga-nos: