Registro POP
Protagonistas de "O Outro Lado do Paraíso" / Imagem retirada do site Uol

“O Outro Lado do Paraíso” sofrerá cortes para levantar a audiência

A novela “O outro Lado do Paraíso” que tem como função substituir o sucesso de “A força do Querer” não tem conseguido emplacar até o momento, tendo sido muito criticada pelo excesso de drama e pelo peso de algumas cenas. Por conta de todos estes motivos alguns ajustes têm sido cogitados para que, assim, a queda gradativa da audiência seja revertida.

As sequências programadas têm sido editadas, como as cenas envolvendo Gael (Sergio Guizé) e Clara (Bianca Bin) que abordam violência doméstica, além das cenas de Samuel (Eriberto Leão) que esconde sua homossexualidade e as de Estela (Juliana Caldas) abordando preconceitos contra o nanismo, cenas estas gravadas e deletadas antes dos capítulos irem ao ar.

A Globo tomou esta decisão após duas reuniões nos dias 13 e 14 que tinham como foco a avaliação da repercussão e dos índices de audiência da novela. Esta reunião costuma ser feita por volta do capítulo 40, mas para tentar aumentar o número de telespectadores   o encontro foi antecipado.

Através de um e-mail Mauro Mendonça Filho, diretor artístico da novela, declarou que a novela sofrerá cortes para antecipar a passagem do tempo, em que Clara irá se vingar de Sophia (Marieta Severo).

Com os cortes nas cenas já gravadas e no roteiro de Walcyr Carrasco, a virada de Clara prevista para ir ao ar em 14 de dezembro deve acontecer antes, acelerando o ritmo da novela, que nesta terça – feira (21) terá a protagonista sendo internada, situação antes  prevista só para o fim desta semana.

Na segunda fase a protagonista, que virará empregada doméstica, sofrerá menos bullying da patroa com as cenas cortadas, antecipando assim sua vingança.

Outro personagem que sofreu com os cortes foi o de Eriberto Leão, as cenas da enfermeira Suzy (Ellen Rocche) correndo atrás do médico e suas cenas com o amante Cido (Rafael Zulu) foram diminuídas. E as cenas de pedofilia, que a novela retrataria com o delegado Vinícius (Flavio Tolezani) e com Laura (Bella Piero), foram suavizadas.

Combatendo as críticas ao clima pesado que a novela vinha trazendo, o autor incluiu mais humor no núcleo do salão de beleza, para que assim as cenas mais pesadas tenham um contraste com outras mais leves.

A emissora trata as mudanças como ajustes corriqueiros no decorrer da trama, além de uma contenção de gastos com cenas tidas como supérfluas. Entretanto, os números divulgados pelo Ibope demonstram que a novela começou bem, mas os números caíram cada vez mais e que o número de audiência está quase 20% abaixo da média de “A força do Querer” sendo um desafio a ser vencido pela emissora.

Recomendamos:

Comentário(s)

Curta-nos:

Siga-nos:

Siga-nos: