Celebridades, televisão, cinema, música e mais

Morre aos 77 anos, George A. Romero o mestre dos filmes de zumbis

George A. Romero,  lendário diretor do clássico e aclamado “A Noite dos Mortos-Vivos”, morreu neste domingo, 16 de julho, aos 77 anos. Ele é considerado o pai do gênero de filmes de zumbi.

Os familiares informaram que Romero faleceu dormindo, enquanto ouvia a trilha sonora de “Depois do Vendaval”, de 1952, que era um de seus filmes favoritos. Sua esposa Suzanne e sua filha Tina estavam ao seu lado. Ele se foi após uma “breve, mas intensa batalha contra um câncer no pulmão”.

Em 2012, o ator Bill Hinzman, conhecido como o “Zumbi nº 1” de “A noite dos mortos-vivos”, também morreu por câncer

O longa “A noite dos mortos-vivos” foi feito em preto e branco e teve pouco investimento, apenas US$ 114 mil, mas para surpresa de alguns, acabou fazendo um enorme sucesso e foi daí que o gênero de zumbis foi recriado. Ao todo o filme arrecadou cerca de US$ 30 milhões e se tornou um clássico e foi incluído no prestigiado National Film Registry da Biblioteca do Congresso dos EUA, em 1999. Os dados de outra produção, “Zombie — O despertar dos mortos” (1978), também foi eleito um dos filmes mais cultuados pela revista “Entertainment weekly” em 2003.

Romero tratou de questões delicadas em seus filmes, como o racismo, segregação, desigualdade, consumismo e questões existenciais de modo original. Outros gênios do cinema como Quentin Tarantino, Brian De Palma e Wes Craven o reverencia como único e mestre dos filmes de horror . Seu trabalho transcendeu as gerações e os limites do cinema.

O renomado diretor teve alguns ídolos que  lhe serviu de referência,  Orson Welles e Howard Hawks. Romero nunca foi uma figura de Hollywood, por sua própria escolha que Optou por permanecer em produções que lhe permitissem continuar livremente como um criador, apesar de ser uma referência para diretores que trabalham com orçamentos milionários. Ele inaugurou um gênero que arrasta seguidores e gerou produtos de estrondoso sucesso, como a série “The walking dead”, um fenômeno.

Com informações do jornal O Globo

.