Ivete Sangalo se emociona no ‘Altas Horas’ especial do Dia das Mães

Em primeira gravação na TV após o nascimento das gêmeas, cantora fala sobre maternidade e relembra a morte da mãe, Maria

O nascimento das gêmeas Helena e Marina, em pleno Carnaval, só fez bem para Ivete Sangalo. A convidada do ‘Altas Horas’ pula, faz piada e até puxa uma pessoa da plateia para dançar agarradinho no palco de Serginho Groisman deste sábado, dia 12, na véspera do Dia das Mães. “Eu sempre adoro vir aqui. Queria agradecer o carinho e mandar um beijo para meus filhos, Marcelo, Helena e Marina, que me ensinaram a ser a mãe que sou”, comenta. O programa recebe também Glória Maria, mãe de Maria e Laura, e Sheron Menezes, mãe de primeira viagem de Benjamin.

Segundo Ivete, o primogênito de oito anos tem sido exemplar nos cuidados com as recém-nascidas. Foi ele quem escolheu os nomes que têm ganhado o noticiário do Brasil. “Ele pesquisou e viu que Marina tinha a ver com mar – e ele é pescador como o pai; e Helena é aquela que reluz, que ilumina. Ele me trouxe essa explicação e eu disse que elas se chamariam assim porque é ele quem manda na parada”, brinca.

Entre uma graça e outra, que tira risadas da plateia nos bastidores do programa, Ivete deixa a emoção tomar conta ao falar da mãe. Dona Maria que morreu em 2001 em decorrência de uma parada cardíaca, quando Ivete tinha 29 anos. “Cada ato, cada movimento do meu corpo é uma repetição dos movimentos da minha mãe. Quando estou sozinha, pergunto para ela se estou indo pelo caminho certo. Ela me aproxima de sua força e aí, quando penso que não vou aguentar ou suportar alguma coisa, já passei, já aguentei e já vivi”.

Imagem ilustrativa
Recomendamos:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.