Donald Trump se recusa a responder repórter da CNN; emissora responde

Desde julho de 2016 sem realizar uma coletiva de imprensa, o Presidente eleito dos Estado Unidos, Donald Trump tirou o jejum nesta quarta-feira (11) com a promessa de não só detalhar as políticas que implementará quando tomar posse, como também para responder perguntas latentes referentes a supostas conexões com a Rússia e entre outras coisas.

O problema é que o ex-apresentador do “The Apprentice” recusou-se a responder uma pergunta de Jim Acosta, repórter da CNN, pois a emissora divulgou na noite desta terça-feira (10) relatórios que a Rússia teria informações bastante comprometedoras de Trump referentes a um grande escândalo sexual envolvendo prostituas.

“Quando o Sr. Trump foi atrás do nosso Jim Acosta, dizendo que ele traz notícias falsas e que não iria permitir que ele fizesse uma pergunta, suspeito que estamos vendo uma tentativa de impedir que possamos cobrir de forma responsável e legítima essa próxima administração ao nos comparar com jornalismo irresponsável que prejudica a todos,” disse Jake Tapper, um dos principais âncoras da CNN e apresentador do “The Lead” e “The State of the Union”.

Não é a primeira vez que o empresário tem problemas com veículos de comunicação, seja na posição de candidato ou de Presidente eleito, já que atacou o The New York Times, The Washington Post, The Wall Street Journal, ABC News, NBC News, CBS News e uma grande lista de empresas por estarem, segundo ele, perseguindo-o.

A oposição, liderada pelo Partido Democrata, também criticou o futuro Presidente quanto aos seus comentários. “A CNN é uma desgraça. BuzzFeed é um grande pedaço de lixo falido. Ele invoca a Alemanha nazista…mas não foi assim que a fogueira com os livros começou?”, disse o Deputado Adam Schiff (Califórnia) na sua conta oficial do Twitter em referência ao ato feito pelos nazistas nos anos 1930 quando queimaram livros de diversos assuntos em praça pública por serem contra os “ideias nazistas”. 

Abaixo você confere um vídeo coletiva de imprensa onde Trump se recusa de responder ao jornalista e pede para que ele pare de ser “rude”:

Postagem feita com base em informações da CNN, The Hill, The Daily Beast, BuzzFeed e NBC News.

Recomendamos:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.