Dia das Mães: Carol Castro conta detalhes da gravidez

À espera de Nina, a atriz comemora seu primeiro Dia das Mães e fala sobre a expectativa da chegada da menina, prevista para agosto. Apesar de não ter planejado a gravidez, a carioca de 33 anos lembra o dia em que descobriu. “Estava naquela corrida do dia a dia, gravando o seriado ‘Carcereiros’, de Guel Arraes, e o filme ‘O Juízo’, de Andrucha Waddington. E a Nina acabou sendo feita em uma dessas folgas. Não foi nada programado e aconteceu”, explicou ao Gshow. “Estava comemorando o Natal em família, um pouco enjoada e muito cansada. Brindei com uma taça de vinho e não me caiu bem. Bateu a dúvida e uma desconfiança. O Felipe comprou o teste de farmácia e deu positivo”, comemora Carol, que namora o violinista Felipe Prazeres.

Carol está aproveitando o tempo para se cuidar e aprender mais sobre a maternidade. “Estou muito feliz em poder me dedicar e curtir cada segundo dessa nova fase e me conhecendo melhor como mulher. Tenho lido muitos livros sobre a importância do parto. Tenho me preparado para esse momento e almejo o parto humanizado com doula (assistente de parto). Totalmente natural, sem anestesia e qualquer intervenção. Mas tudo pode mudar e vai depender do bebê também”, acredita a atriz.

Carol Castro à espera de Nina. Foto: Alex Santana/Divulgação

Mesmo com a correria dos dias, a atriz não abre mão da alimentação saudável e mantem rotina de exercícios físicos. “Tenho feito yoga para gestantes, caminhadas e academia com personal trainer. Até agora, ganhei 4,5 quilos. Estou mantendo bem o peso e tenho feito tudo com nutricionista”, diz ela. Além de todos os cuidados com o corpo, Carol afirma que não é uma mãe consumista e que tem só o que precisa. “Só comprei o que realmente vou precisar. Ganhei muitas coisas lindas. Sou uma mãe sem exageros e respeito as que se empolgam, mas agora quero focar na chegada dela e que venha com muita saúde”, afirma Carol.

Agora, Carol que já viveu personagens grávidas, vive a maternidade fora das novelas. “A insegurança faz parte. Vou deixar de ser filha e passar a ser mãe. É um redescobrimento, e o nascimento da minha filha vai ser um renascimento para mim. Vou tentar me dedicar ao máximo e amamentar o quanto for possível”, afirma.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.