Registro POP

Coldplay no Brasil: música para São Paulo e mais!

A banda esteve de passagem pelo Brasil com a turnê “A Head Full of Dreams” entre os dias 7, 8 de novembro em São Paulo, no Allianz Parque, e no sábado (11) em Porto Alegre, na Arena do Grêmio. Coldplay escolheu a capital paulista para gravar os shows que devem virar o DVD da turnê, por isso a grande produção nas apresentações.

Desde a primeira apresentação da turnê mundial, que iniciou em março do ano passado, Coldplay vendeu mais de 4,6 milhões de ingressos com shows na América Latina, Europa, Ásia, Austrália e América do Norte.

Foi a quinta passagem da banda pelo país e, pelas críticas, a mais marcante, os motivos vão desde a parte técnica, ao repertório e a entrega dos artistas.

Técnica – por conta da gravação dos shows, 2016 ficou no chinelo. Foram usados telões, grande estrutura de sons, cenografia e fogos.

Banda – Chris Martin se mostrou mais profissional do que nunca. Cantou muito bem e explorou o palco com muita energia, sem poder deixar de lado, o espetáculo da banda.

Repertório – Entrou uma música nova que antes só tinha sido cantada San Diego, nos EUA, em outubro. A melodia é baseada no tradicional canto “olê, olê, olê” de torcidas e se chama “Life is Beautiful”. Outra novidade veio do baterista Will Champion, que assumiu os vocais na hora de “In my place”. Já na música “Charlie Brown”, Chris parou de tocar e pediu para que os fãs abaixassem o celular, somente naquela música, para impressionar quem fosse assistir o show daqui 50 anos.

Fãs durante o pedido de Chris. Foto: Celso Tavares/G1

Plateia – Mesmo depois de um ano e meio de turnê, os fãs de Coldpaly marcaram presença e lotaram os três shows em palcos brasileiros. Os gritos rolaram soltos no começo do show e no início do piano de “The Scientist”.

Perto das superproduções o show foi curto, com apenas duas horas. Durante a produção, Chris Martin lembrou os massacres mais recentes do mundo e pediu “amor brasileiro ao Texas, ao Oriente Médio, a Nova York e à Argentina” (se referindo aos argentinos mortos em ataque nos EUA).

Para a abertura de Coldplay, quem brilhou no palco da primeira noite foi a carioca Iza, já nos shows seguintes quem tomou frente foi a inglesa Dua Lipa.

Show em Porto Alegre – RS. Foto: Anderson Fetter – Agência RBS

Música para São Paulo

Mais do que repetir um repertório os sucessos, Coldplay presentou os fãs com uma música dedicada à capital paulista. Chamada de “Song for São Paulo”, a letra da música celebra a visita dos ingleses ao Brasil e à cidade. A performance contou com a participação especial do produtor Jon Hopkins no piano.

Confira:

Apresentação no Instituto do Coração SP

Coldplay reservou um tempo na agenda corrida para uma visita mais que especial. O vocalista Chris Martin e o baterista Will Champion visitaram, na última quarta-feira (8), o Instituto do Coração, no Hospital das Clínicas, em São Paulo e surpreenderam as crianças que estavam internadas.

O hospital todo acompanhou os dois apresentando os sucessos da banda como, “Viva la Vida” e o hit 2017 “Shape of you”. Chris até se arriscou nas melodias clássicas brasileiras como, “Águas de Março” de Tom Jobim, e “Garota de Ipanema”.

“Viva la Vida” e “Águas de março”

Chris assiste a balé em SP

O cantor Chris Martin aproveitou uma folga para assistir a um espetáculo de balé em São Paulo. Na noite de sexta-feira (10) ele acompanhou a estreia do espetáculo “Noite Tchaikovsky – II Ato de O Lago dos Cisnes”, programa conjunto da São Paulo Companhia de Dança e Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

Recomendamos:

Comentário(s)

Curta-nos:

Siga-nos:

Siga-nos: