Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank se revoltam com o Youtuber Cocielo 

Os atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank se uniram ao coro de artistas que criticam ou pedem o boicote ao youtuber paulista Júlio Cocielo.

No Instagram, o casal de atores se manifestou sobre caso, depois que o digital influencer fez uma “piada” sobre o jogador francês Mbappé.

Segunda do dia!!! Odeio ter que postar coisas tão repugnantes e tristes como essa…mas é necessário!!! Ainda fico chocada como podem existir pensamentos como desse tipo de pessoa…isso NÃO EH UMA BRINCADEIRA E NUNCA FOI!!! Isso é RACISMO!“, escreveu a atriz.

Notícias ao Minuto

Bruno, por sua vez, repostou o texto de Bela Reis. “Você tem noção do que são 11 milhões e 200 mil pessoas? Eu ajudo. É a população inteira da Bélgica. É um milhão a mais do que a população de Portugal. São 143 Maracanãs lotados. São todas as pessoas que AINDA estão apoiando diretamente um influencer assumidamente racista. Temos que cobrar posicionamento das marcas que o patrocinam, é claro. Mas são os outros famosos que ainda o seguem e, principalmente, as pessoas comuns, anônimas, que verdadeiramente me preocupam. Apoiar uma pessoa racista é ser CONIVENTE, sim“, diz trecho do texto postado pelo ator.

 

Em postagem no Instagram, Cocielo disse que Mbappé, que tem origem africana, faria “uns arrastão top na praia“. Em pedido de desculpas, o youtuber declarou que se referia à velocidade do atleta, não à sua cor. Dezenas de outros tuítes antigos do rapaz vieram à tona.

Notícias ao Minuto

Depois da declaração, segundo o G1, Júlio já pode ter perdido o patrocínio de marcas como Itaú, Submarino e Coca-Cola. O youtuber tem, só no Instagram, mais de 11 milhões de seguidores.

Recomendamos:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.