Registro POP

Aguinaldo Silva escreve nova sinopse após problemas jurídicos com “O Sétimo Guardião”

Aguinaldo Silva enfrentou problemas jurídicos com obra elaborada em master class - (Foto: Divulgação)

Depois de problemas jurídicos que colocaram em dúvida a autoria de Aguinaldo Silva no texto de “O Sétimo Guardião”, a TV Globo aprovou que o autor entregue uma nova sinopse para que seja analisada e possivelmente aprovada até dezembro deste ano. Manteve, porém, o autor na sequência de João Emanuel Carneiro às 21h, estreando no segundo semestre de 2018. Informações do jornalista Daniel Castro.

Silva está em Portugal trabalhando no texto, que já está em fam se de finalização. Ainda não existe detalhes sobre o que virá com a nova história, mas o autor adiantou nas redes sociais que os artistas reservados para sua outra novela, com tema de realismo fantástico, continuarão para o novo trabalho. Lília Cabral e Milhem Cortaz são alguns nomes que estão no elenco.

“O Sétimo Guardião” ainda corre riscos jurídicos. Desde março, quando foi aprovada para a faixa nobre global, é alvo de possíveis contestações na Justiça. Um dos ex-alunos de Aguinaldo Silva, Silvio Cerceau quer seu nome como um dos criadores nos créditos da trama caso ela venha a ser produzida. Ele e outros 25 participantes de um master class ministrada pelo autor autor da Globo elaboraram a sinopse no final de 2015.

Cerceau não descartou, em entrevista ao site Notícias da TV, a possibilidade de entrar com um pedido de liminar na Justiça onde pediria a suspensão de qualquer exibição relacionada à novela. Para evitar problemas maiores, a Globo exigiu que Aguinaldo Silva provasse sua autoria no texto.

Defendendo sua obra e querendo evitar o cancelamento da novela, Silva apresentou documentos onde os participantes do master class assinaram um contrato em que concordaram com a “cessão de direitos gratuita, total, irrevogável, irretratável e exclusivamente” à Casa Aguinaldo Silva de Artes. 

Responsável por uma notificação extrajudicial entregue à Silva em setembro, Silvio Cerceau lembra que os direitos dados ao autor foram autorias, mas não patrimoniais. Ou seja, seu nome tem que constar nos créditos da novela como um dos autores.

Autor de sucessos incontestáveis na TV Globo, Aguinaldo Silva cansou da polêmica que colocou em dúvida sua criatividade artística e que pode chegar aos tribunais. Solicitou à Globo um tempo para que pudesse entregar uma sinopse totalmente diferente e de autoria exclusivamente dele. Se aprovada, colocará fim a qualquer possibilidade de que “O Sétimo Guardião” seja produzida.

Recomendamos:

Adicionar comentário

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.